Consumo Máximo de Oxigênio Como Como Instrumento de Triagem Para Noveis Elevados de Hdl-c em Mulheres

Por: .

Revista Baiana de Educação Física - v.5 - n.1 - 2004

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do estudo foi analisar o poder discriminatório do consumo máximo de oxigênio (VO2 max) para nÌveis elevados de HDL-C. O desenho foi de corte transversal em amostra de 35 mulheres com idade entre 21-54 anos. O VO2 max foi estimado atravÈs de teste de esforÁo graduado em esteira.A an·lise foi feita por curva Receiver Operating Characteristic (ROC) para identificar a sensibilidade, especificidade e o melhor ponto de corte do VO2 max como discriminador de HDL-C elevado. Verificou-se tambÈm a signific‚ncia estatÌstica da ·rea sob a curva ROC entre o VO2 max e HDL-C elevado. Foi utilizado intervalo de confianÁa a 95%. A ·rea total sob a curva ROC foi de 0.74 (0.56-0.91) entre VO2 max e HDL-C demonstrando bom poder discriminatÛrio. O melhor ponto de corte do VO2 max para discriminar HDL-C elevado foi 43.18 ml/kg/min (sensibilidade de 73.3% e especificidade de 60%). Os resultados deste estudo s„o importantes para a sa˙de p˙blica porque podem ser utilizados para demonstrar que o VO2 max È um bom discriminador de altos nÌveis de HDL em pessoas do sexo feminino. Estes achados devem ser utilizados para conscientizar a populaÁ„o sobre a import‚ncia de aumentar o VO2 max como fator importante para um perfil lipÌdico mais favor·vel.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.