Consumo Máximo de Oxigênio e Limiar Anaeróbio de Jogadores de Futebol: Comparação Entre as Diferentes Posições

Por: Aparecido Lourenção, Cassiano Merussi Neiva, Luiz Fernando Paulino Ribeiro, Pedro Balikian e Wilham Tadeu Lara Festuccia.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.8 - n.2 - 2002

Send to Kindle


Resumo

O grau de desenvolvimento das capacidades físicas no utebol é fator determinante do nível desportivo do ogador. O objetivo do presente estudo foi comparar alores de limiar anaeróbio e consumo máximo de oxigênio ntre jogadores profissionais de futebol de diferentes posições. Para tanto, 25 atletas (idade = 22,08 ± 8,28 nos, peso = 76,12 ± 9,8kg, altura = 179,8 ± 7,1cm e elação corporal = 12,21 ± 3,67% de gordura corporal) oram divididos em cinco grupos, como se segue: goleiros (GO), zagueiros (ZA), laterais (LA), meio-campistas (MC) e atacantes (AT). O VO2max foi determinado em esteira rgométrica através de análise direta e a velocidade de orrida correspondente ao limiar anaeróbio fixo de 4mM V4mM), em teste de campo (2 x 1.000m a 90 e 95% da elocidade máxima para a distância) através de nterpolação linear. A V4mM foi menor (p < 0,05) para o grupo GO em relação aos demais grupos. Além disso, os rupos LA e MC apresentaram valores de V4mM ignificantemente maiores em relação aos grupos ZA e AT. grupo GO mostrou VO2max significantemente menor em elação a todos os outros grupos, sendo que estes últimos não apresentaram diferença entre si. Uma vez que os tletas de diferentes posições não realizavam treinamento iferenciado, os autores creditam as diferenças ncontradas à especificidade da movimentação durante artidas e coletivos.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1517-86922002000200002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.