Contribuições de Alguns Autores de Três das Principais Escolas Antropológicas Para os Estudos do Lazer: Evolucionista, Culturalista e Funcionalista

Por: Natalia Puke e .

Licere - v.15 - n.3 - 2012

Send to Kindle


Resumo

O lazer, no sentido amplo do termo, é entendido como uma manifestação  cultural que estabelece múltiplas relações com os aspectos sociais e econômicos que constituem as sociedades contemporâneas. Assim, para que se tenha uma compreensão  mais vasta das questões metodológicas das pesquisas relativas ao lazer e seu significado  para o ser humano contemporâneo, fazem-se necessárias as contribuições teóricas de  áreas do saber que possibilitem uma “diagnose” dos pontos nodais implícitos em suas  manifestações, que por ora também contribuem para alienar e excluir o sujeito em  detrimento de seu desenvolvimento sociocultural e ético. Partindo dessa perspectiva e  problematizando o conceito de lazer relacionado aos sistemas de produção e às práticas  mercadológicas, esse artigo analisa o que o processo discursivo das escolas  antropológicas, evolucionista, culturalista e funcionalista tem a contribuir para os  estudos do lazer.

Endereço: http://www.anima.eefd.ufrj.br/licere/pdf/licereV15N03_a6.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.