Copa do Mundo de Futebol de 1950: Critérios de Noticiabilidade e Análise de Conteúdo da Cobertura Realizada Pelo Jornalismo de Revista Brasileiro

Por: .

191 páginas. 2015 27/08/2015

Send to Kindle


Resumo

Este estudo tem como finalidade analisar a cobertura do jornalismo de revista brasileiro sobre a Copa do Mundo de Futebol de 1950, avaliando o recorte e a reconstrução do fato esportivo, e verificar como revistas semanais destinadas a diferentes públicos retrataram o fato esportivo. O corpus da pesquisa engloba o material produzido por quatro revistas semanais época - Revista da Semana, Careta, Fon-Fon! e o Cruzeiro - entre 1º de janeiro de 1950 e 31 de agosto do mesmo ano, o que representa quase seis meses antes do início do Mundial e mais de um mês após a disputa da última partida. Mesmo com público-leitor e conteúdo diferentes uma das outras, será que as quatro publicações constroem um discurso convergente sobre aquele evento esportivo, em que a euforia e a exaltação de tudo o que era relacionado ao país estão presentes nos textos? Essa é a pergunta que pretendemos responder. Afinal, a Copa era a oportunidade que o Brasil tinha para se mostrar ao mundo como uma nação civilizada, desenvolvida e moderna, e organizar uma competição de futebol deste porte era uma das chaves para atingir este objetivo. Por outro lado, a derrotaa inesperada da seleção brasileira no jogo final diante do Uruguai, e que ocasionou a perda do título diante de mais de 200 mil torcedores do gigante estádio do Maracanã, parece mudar o tom do discurso de parte imprensa.

Endereço: http://repositorio.unesp.br/handle/11449/136762

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.