Corpo e Beleza: Uma Análise das Produções da Educação Física, em Nível de Mestrado

Por: Liege Monique Filgueiras da Silva.

119 páginas. 2011 22/02/2011

Send to Kindle


Resumo

Falar em corpo e beleza parece algo bastante familiar à Educação Física. Compreendemos que a linguagem do corpo na área possibilita sentidos e significados diversos sobre a aparência, a beleza e a estética, exigindo, portanto, a necessidade da crítica e a necessidade de interrogá-la para percebermos o modo como a Educação Física vem sendo ressignificada. Para tanto, partindo da multiplicidade de sentidos que envolvem o corpo e a beleza, buscamos as implicações que essa discussão traz para área da Educação Física, analisando a concepção de corpo e beleza na produção acadêmica dessa área, em nível de mestrado, a partir de alguns questionamentos: Quais concepções de corpo e beleza têm sido discutidas na produção acadêmica da Educação Física em nível de mestrado? Qual a relação entre os significados do corpo e da beleza identificados nas produções analisadas e os modelos de beleza delineados na Educação Física? Compreendemos a relevância desta pesquisa e sua contribuição epistemológica ao analisar os estudos já existentes. E, principalmente, porque há uma ausência de estudos que discutam essas produções. Para edificação deste texto e para nossas reflexões, nos apoiamos em pensamentos como os de David Le Breton, Claude Lévi-Strauss, Michel Foucault, Maurice Merleau-Ponty, Ana Márcia Silva, Carmem Soares, Isabel Mendes, Karenine Porpino e Petrucia Nóbrega. O presente estudo caracterizase como uma pesquisa de natureza qualitativa, tendo a Análise de Conteúdo proposta por Laurence Bardin (1977) para tratamento dos dados. O corpus de análise foi composto por 8 dissertações da área de Educação Física, publicadas no Banco de Teses da CAPES no período de 2004 a 2008, selecionados a partir da temática corpo e beleza. A leitura flutuante permitiunos selecionar unidades significativas e pautar nossas discussões em 2 eixos temáticos, os quais compõem os 2 capítulos do trabalho. No primeiro capítulo, intitulado Corpo, Beleza e Cultura, são evidenciadas as compreensões de corpo, natureza e cultura, que estão presentes nos trabalhos dissertativos. No segundo capítulo, Padrão Corporal e Transformações da beleza, apresentam-se as concepções de corpo e de beleza encontradas nas dissertações, com enfoque na mutabilidade das representações dos modelos de beleza, nas singularidades corporais, nas relações de poder-saber e na importância dada ao corpo na sociedade, sobretudo, no que se refere aos profissionais de Educação Física. Constatamos, assim, que, considerando as dissertações analisadas, a compreensão de corpo e de beleza vem sendo ressignificada, ao tratar de outras concepções estéticas, que consideram as singularidades expressas no corpo humano e na cultura da qual o indivíduo faz parte
 

Endereço: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14469

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.