Corpo e Movimento no Cotidiano de Uma Escola Plural: Um Estudo de Caso

Por: Anna Rachel Mendes Gontijo Mazoni.

167 páginas. 2003

Send to Kindle


Resumo

Este estudo tem como objetivo central investigar como se constroem e se manifestam, no cotidiano de uma escola de Ensino Fundamental, as relações entre um projeto político-pedagógico considerado inovador - o Programa Escola Plural, implantado na Rede Municipal de Ensino de Belo Horizonte a partir de 1995 - e as práticas corporais que acontecem tanto nas aulas de Educação Física quanto em outros tempos/espaços. Foi escolhido para a pesquisa um estabelecimento escolar que apresenta forte adesão aos princípios e diretrizes da Escola Plural. A coleta de dados envolveu observação do cotidiano da escola (aulas de Educação Física, projetos, reuniões pedagógicas, entradas e saídas de turno e períodos de recreio), entrevistas (com professores, alunos e um membro da comunidade) e análise de documentos (em especial as publicações do Programa Escola Plural). Verificou-se, na escola pesquisada, uma significativa liberdade de movimentação corporal por parte dos alunos nos diferentes espaços de aprendizagem e a ausência de estratégias rígidas de controle do corpo. A escola também apresenta expressiva abertura às dimensões estética e corporal do conhecimento, incorporando ao currículo formal práticas e saberes que costumavam ocupar tempos "marginais", revelando consonância com o Programa Escola Plural. Verificou-se, ainda, que a Educação Física, em sua concepção disciplinar, permanece, em certa medida, refratária aos princípios e diretrizes do Programa.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=2081&listaDetalhes%5B%5D=2081&processar=Processar

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.