Corporeidade e Formação do Profissional na área da Saúde

Por: Paulo Evaldo Fensterseifer.

Revista Brasileira de Ciências do Esporte - v.27 - n.3 - 2006

Send to Kindle


A formação do profissional na área da saúde é herdeira de uma tradição dualista que pensa a saúde no espaço das chamadas ciências naturais, tendo, portanto, como referência, um corpo-objeto limitado a um viés biologicista que ignora o contexto dos indivíduos. Esse tipo de formação reproduz, nos espaços de intervenções desses profissionais, uma relação instrumental sujeito-objeto. A superação desse quadro necessita de uma nova forma de pensar a condição humana e, nesse sentido, entendemos que o conceito de
corporeidade poderia ajudar-nos a pensar o corpo como construção sociocultural. Para tanto, o desafio da formação passa pela sensibilização e capacitação dos futuros profissionais das áreas da saúde, habilitando-os para ler o mundo nos corpos e os corpos no mundo, pressupondo uma relação sujeito-sujeito.

Endereço: http://www.rbceonline.org.br/revista/index.php/RBCE/article/view/76

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.