Corporeidade: Quais São as Concepções de Corpo Presente na Educação Física Escolar?

Por: Sergio Servulo Ribeiro Barbosa.

89 páginas. 1996

Send to Kindle


Resumo

O corpo têm sido objeto e alvo de diversos estudos na atualidade, ganhando status de assunto privilegiado. Esta dissertação que têm como tema o fenômeno corporeidade, e seu objetivo foi identificar quais as concepções de corpo presentes na Educação Física escolar. O presente trabalho se divide em quatro capítulos; no primeiro capítulo vamos abordar quais as principais concepções que o corpo assumiu na história do ocidente, desde os gregos na Antigüidade, chegando até ao dias atuais, possibilitando assim uma melhor compreensão do fenômeno corporeidade. No segundo capítulo, vamos fazer um breve histórico da Educação Física, desde a Antigüidade, - período histórico onde ainda não havia a atual denominação de Educação Física - Idade Média, até seu surgimento na segunda metade do século XVIII, agora enquanto prática metódica e sistemática. O seu surgimento no Brasil, passando pelas várias tendências ao longo da sua história em nosso país e terminando com uma breve abordagem sobre as principais tendências da atualidade. No terceiro capítulo, tendo como base o instrumento metodológico da análise de conteúdo de Laurence Bardin (1977), e utilizando-se da entrevista como instrumento de coleta de dados, colheu-se os depoimentos de 27 professores de Educação Física. No quarto capítulo, a partir da elaboração dos indicadores, construiu-se um quadro onde foram dispostas em categorias, as concepções de corpo encontradas nos depoimentos dos professores de Educação Física da Rede Municipal de Ensino, da Prefeitura Municipal de Uberlândia. E em seguida foi realizada algumas considerações sobre os resultados encontrados.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=846&listaDetalhes%5B%5D=846&processar=Processar

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.