Corporeidade e Sexualidade em Dançarinos de Rua: Axé e Hip Hop

Por: Cinara Sacomori, Fabiana Flores Sperandio, Fernando Luiz Cardoso, Rozana Aparecida Silveira e Thaís Silva Beltrame.

Revista Brasileira de Educação Física e Esporte - v.25 - n.4 - 2011

Send to Kindle


Resumo

Analisaram-se aspectos da corporeidade e sexualidade em dançarinos de hip hop e axé (35 homens e 49 mulheres) comparativamente a indivíduos não-dançarinos expectadores da plateia (21 homens e 19 mulheres), via questionário anônimo. Os dançarinos de axé foram os mais satisfeitos com suas vidas sexuais, com as preliminares sexuais e os que mais gostavam de se masturbarem em relação aos de hip hop e plateia. Dançarinos do axé apresentaram uma sexualidade mais vinculada ao conhecimento corporal e conexões afetivas. Em ambos estilos, os dançarinos homens davam maior ênfase à genitália e a libido em relação aos aspectos da afetividade.

Endereço: http://www.scielo.br/pdf/rbefe/v25n4/v25n4a10.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.