Corpos, Culturas e Questões Indígenas

Por: Edwin Alexander Cañon Buitrago e Joelma Cristina Parente Monteiro Alencar.

Corpo e Cultura.

Send to Kindle


Resumo

Durante muito tempo, a Educação Física limitou-se aos estudos pautados nas ciências biológicas e biomédicas, tendo como principal foco de atuação os contextos urbanos, e no máximo circunvizinhos às regiões metropolitanas das cidades, que orientaram, e até hoje orientam a atuação profi ssional, com modelos instrumentais e metodologias tecnicistas, reco-nhecendo nas teorias anátomo-fi siológicas, as principal referências para a compreensão de corpo. Neste sentido, a interpretação outorgada ao desen-volvimento do sujeito na sociedade e suas relações com o meio se encontra-vam estruturadas a partir de um universo logicamente estabelecido de carac-terísticas coloniais, que desprovia ao sujeito da posibilidade de manifestar sentidos e signifi cados próprios em relação a suas interações experiências e saberes. Junte-se a isso, a noção de cultura, muitas vezes associada, princi-palmente, aos estudos evolucionistas/desenvolvimentistas do século XIX, que procuravam hierarquizar as culturas humanas, seguindo por exemplo, o critério de capacidade de produção material, no sentido de legitimar a existência de uma cultura mais avançada ou mais desenvolvida que outra.

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.