Corpos Reverberantes: Novas (re)configurações de Fitness e Wellness nas Academias de Ginástica

Por: Vanberto José Rossi.

150 páginas. 2014 31/03/2014

Send to Kindle


Resumo

Esta dissertação versa, principalmente, sobre a construção social do corpo no ambiente da academia de ginástica. A proposta, em termos gerais, é estudá-lo em seus aspectos cotidianos, observando os perfis sociais dos seus frequentadores e estabelecendo algumas relações entre a academia de ginástica, o sujeito e a sociedade. A preocupação principal no decorrer de toda a pesquisa foi a de tecer uma argumentação fundamentalmente marcada pelas impressões dos indivíduos a respeito do universo das academias de ginástica e suas relações, buscando demonstrar os aspectos que os nativos entendem que sejam relevantes nas suas interações para podermos interpretá-los a partir dos conceitos da sociologia. A pesquisa foi desenvolvida em três academias de ginástica da cidade de São Carlos (SP) e buscou compreender um indivíduo em particular entre os seus freqüentadores, o qual que considerávamos como sendo o bodybuilder ou fisiculturista. A princípio, tomávamos esses termos como análogos e, no entanto, a pesquisa empírica demonstrou que não o são, nem desde a perspectiva teórica, seja da sociologia do corpo ou da educação física, nem do ponto de vista dos frequentadores das academias de ginástica. Esse nó do campo chamou a atenção para o fato de que, não obstante o corpo seja uma noção social e culturalmente construída, é preciso levar em consideração que cada indivíduo constrói a subjetividade do seu próprio corpo e a submete a cultura e a sociedade do momento em que vive.

Endereço: http://www.bco.ufscar.br

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.