Correlação Entre Diferentes Indicadores de Adiposidade Corporal e Atividade Física Habitual em Jovens do Sexo Masculino

Por: Arli Ramos de Oliveira, Ismael Forte Freitas Júnior e Rômulo Araújo Fernandes.

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.8 - n.4 - 2006

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi analisar a relação entre diferentes indicadores de adiposidade corporal, atividade física habitual e exposição a comportamentos sedentários em jovens do sexo masculino. A amostra foi composta por 60 indivíduos com idade compreendida entre 10 e 14 anos. Foram utilizados como indicadores de adiposidade corporal: o Índice de Massa Corporal, circunferência de cintura, somatória de oito dobras cutâneas e estimativas do percentual de gordura corporal, calculada por meio de impedância bioelétrica. Os indicadores de prática de atividade física e comportamentos sedentários foram avaliados através da aplicação de questionário. Os procedimentos estatísticos adotados foram: valores de média, mediana, desvio padrão, valores mínimos, máximos e correlação de Spearman. O software utilizado foi o SPSS e valores de P inferiores a 5% foram considerados estatisticamente signifi cantes. Nenhum dos indicadores de adiposidade corporal apresentou correlação signifi cante (p> 0,05) com os indicadores de prática de atividade física, no entanto, todos foram moderadamente associados (Índice de Massa Corporal: r= 0,42; circunferência de cintura: r= 0,43; somatória de dobras cutâneas: r= 0,43 e gordura percentual corporal: r= 0,43) com o tempo despendido em atividades sedentárias. Desta forma, conclui-se que a exposição a comportamentos sedentários apresenta correlação com a composição corporal em meninos de 10 a 14 anos.


 

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/3929

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.