Correlação Entre a Força Crítica e a Velocidade Crítica e Suas Respectivas Frequências de Braçada na Natação

Por: , Fábio Yuzo Nakamura, Luiz Augusto Buoro Perandini e Nilo Massaru Okuno.

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.8 - n.4 - 2006

Send to Kindle


Resumo

O modelo da potência crítica tem sido utilizado para estimar a capacidade anaeróbia e aeróbia na natação. Há estudos demonstrando que a velocidade de nado livre, força no nado atado e freqüência de braçadas aderem ao modelo da potência crítica. Entretanto, a relação entre essas estimativas no nado livre e atado necessita ser elucidada. Assim, o objetivo do estudo foi avaliar a relação entre a força crítica (FCRIT) no nado atado e a velocidade crítica (VCRIT) em nado livre e as respectivas freqüências críticas de braçada (FBrCRIT). Onze nadadores de ambos os sexos (16,6 ± 1,3 anos, 60 ± 10 kg, 172 ± 8 cm) foram submetidos à natação atada até a exaustão e esforços máximos livres em 200 e 400 m. Foram estimados: 1) FCRIT e CIAnaer através três equações do modelo de potência crítica (hiperbólica força-tempo F-t, linear força-1/tempo F-1/t, linear impulso-tempo I-t); 2) VCRIT e CNAnaer na natação livre através da relação distância-tempo (d – t) e; 3) FBrCRIT e CBrAnaer nos dois testes (atado e livre). No nado atado houve elevado grau de ajuste dos dados ao modelo da potência crítica: FCRIT (R2 de 0,98, 0,97 e 0,99) e FBrCRIT-ATADO (R2 de 0,96, 0,90 e 0,99). Houve correlação signifi cativa entre a VCRIT e FCRIT (r = 0,89-0,91). Entretanto, não houve correlação signifi cativa entre as FBrCRIT-ATADO e a FBrCRIT-LIVRE, nem entre as variáveis anaeróbias. Esses resultados indicam que a FCRIT pode ser apontada como um indicador de capacidade aeróbia. Porém, a FBrCRIT-ATADO, apesar de se ajustar ao modelo de potência crítica, não se mostrou um bom indicador desta capacidade.

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/3925

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.