Correlação Entre Força Dinâmica Máxima e Potência Metabólica na Corrida Humana

Por: Jorge Luiz Lopes Storniolo Junior e Renata Luisa Bona.

XVII Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e IV Conice - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

As relações que cercam a Potência Metabólica (Wmet) dispendida na corrida humana ainda são complexas e não possuem consenso entre os pesquisadores. O objetivo do presente estudo foi correlacionar dados de Wmet gasta na corrida, com níveis máximos de força muscular de membro inferior. Metodologia: 13 indivíduos saudáveis e destreinados em força correram na esteira rolante a 10 km.h-1 para medida da Wmet. Num segundo momento eles foram submetidos a testes de força máxima dinâmica para membro inferior em dois exercícios: leg press 45º e agachamento. A repetição máxima (RM) foi estimada em cada exercício e relativizada pela massa corporal. Para relação dos dados, foram utilizados testes de correlação momento produto de Pearson. Resultados: a relação entre a RMleg e RMagachamento com a Wmet apresentaram fraca linearidade (r = -0,36 e -0,24, respectivamente). Conclusão: apesar da leve tendência de indivíduos com menor Wmet apresentarem maiores valores de força de membro inferior, tal indicativo não serve como afirmação absoluta. Faz-se necessidade de análises conjuntas com outras variáveis pertinentes a corrida humana.

Endereço: http://cev.org.br/eventos/xvii-conbrace-iv-conice/

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.