Correlação Entre Resistência Anaeróbia e Estados de Humor Ao Longo de Uma Temporada na Modalidade Handebol

Por: Flávio Afonso Montesa e Simone Carneiro Gomes.

Unopar Científica Ciências Biológicas e da Saúde - v.16 - n.2 - 2012

Send to Kindle


Resumo

O controle da sobrecarga é fundamental para otimização do desempenho e prevenção da fadiga. Assim, o objetivo do estudo foi correlacionar a variação da resistência anaeróbia e estados de humor, em atletas de handebol. A amostra foi constituída por 14 atletas do sexo masculino, com idades entre 18 e 35 anos, pertencentes a uma equipe que disputou a primeira divisão da Liga Nacional Portuguesa. Os níveis de condição física foram medidos através do teste Yo-yo Intermitente de Recuperação. Já os estados de humor foram mensurados pelo questionário de POMS. O experimento foi realizado em três momentos da temporada: momento 1 (M1 – início da temporada competitiva), momento 2 (M2 – após um mesociclo preparatório) e momento 3 (M3 – durante o período competitivo). A resistência anaeróbia dos atletas não apresentou diferenças significativas entre os momentos. No M1, a escala tensão do POMS apresentou valores estatisticamente superiores que M2 e M3. Não houve correlação entre a variabilidade da condição física e os estados de humor, levando-nos a crer que o uso de parâmetros psicológicos no controle do treino deve ser usado com certa cautela, pois parecem estar mais relacionados com fatores externos do que à condição física do atleta. 

Endereço: http://revistas.unopar.br/index.php/biologicas/article/view/1295

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.