Correlação Entre Variáveis Fisiológicas em Mulheres Portadoras de Diabetes Mellitus Tipo Ii

Por: Dagnou Pessoa de Moura, Danilo Mathias da Silva Mattos e Wonder Passoni Higino.

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

O sedentarismo e a má alimentação, tão comuns nos dias de hoje, podem levar às
Síndromes Metabólicas, estas estão associadas ao aparecimento de patologias, dentre
elas o Diabetes Mellitus Tipo II (DMII) que, segundo a literatura está intimamente
relacionado a obesidade. A atividade física é vista como uma ferramenta importante
no tratamento da obesidade e das patologias associadas a ela. Portanto, o objetivo
deste estudo foi verificar as possíveis relações entre as variáveis associadas à
composição corporal (CC), capacidade cardiorrespiratória (VO2max) e concentrações
séricas de colesterol total e glicemia em jejum em portadores de DMII. Para isso,
participaram desse estudo 8 voluntários do sexo feminino, sedentárias e portadoras
de DMII, cujas características relacionadas a idade (I), massa corporal total (MCT),
altura (H), porcentagem de gordura (%G), IMC, VO2max, colesterol total (CT) e
glicemia em jejum (GJ) foram respectivamente: 59,87 ± 8,62anos; 67,05 ± 9,93kg;
1,56 ± 0,05metros; 28,47 ± 2,75%G; 27,38 ± 2,75kg/m2; 21,88 ± 3,03ml/kg/min;
216,62 ± 48,06mg/dl; 182,00 ± 43,38mg/dl. Estas foram medidas em uma única
visita ao Laboratório no período da manhã após 12 de jejum. Após a coleta de
sangue para determinação das concentrações séricas de colesterol total e glicemia
em jejum, a todas as avaliadas foi sugerido a ingestão do café da manhã para posterior
avaliação da composição corporal através das dobras cutâneas (GUEDES & GUEDES,
2003), e do VO2max em esteira (DVORAK et al., 1999). Os dados Foram dispostos
em MÉDIA ± DP, para análise das correlações entre as variáveis estudadas (CC x
VO2max; CC x Variáveis Séricas e VO2max x Variáveis Séricas) foi adotado o teste
de correlação de Pearson. Com isso, pôde-se verificar que apenas as variáveis de CC
quando relacionadas entre si, apresentaram correlação significante (MCT x %G =
0,79; MCT x IMC = 0,86; %G x IMC = 0,72).As demais variáveis não apresentaram
correlações significantes, ou seja, a principio não existe uma correlação entre o
VO2max e o CT, da mesma forma isso não ocorre quando relacionado à GJ. Concluise que, para a população estudada, não existe uma correlação entre a CC e o VO2max,
a CC e variáveis séricas e o VO2max e variáveis séricas.

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/64_Anais_p277.pdf

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.