Correlação e Reprodutibilidade de Testes Abdominais em Mulheres Jovens

Por: Carlos Leandro Tiggemann, Eduardo Lusa Cadore, , Maira Cristina Wolf Schoenell e .

Revista Brasileira de Ciências do Esporte - v.35 - n.3 - 2013

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi relacionar os escores dos testes abdominais de um minuto, de dois minutos com banco, de uma repetição máxima (1RM), de repetições máximas com 70% de 1RM e teste de contração isométrica voluntária máxima (CIVM) e verificar a reprodutibilidades dos mesmos em mulheres jovens. A amostra foi composta de 15 mulheres (26,22 ± 4,67 anos) fisicamente ativas. Os testes foram realizados em dias alternados e randomizados,com intervalos mínimos de 48 horas. Após um intervalo de 7 a 10 dias, os testes foram rea- plicados. Os resultados sugeriram que os testes abdominais apresentam boa capacidade de reprodutibilidade. Além disso, os testes de um minuto e de dois minutos apresentaram boa relação com o teste de força máxima (1RM), sendo que os testes de CIVM e de repetições máximas a 70% de 1RM não apresentaram correlação com os demais.
 
 

Endereço: http://rbceonline.org.br/revista/index.php/RBCE/article/view/1299

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.