Correlação da Técnica Bottom Turn com as Notas Atribuídas no Surf de Alto Rendimento

Por: , Marcos Augusto Rocha e Pedro Caetano Souza.

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.14 - n.5 - 2012

Send to Kindle


Resumo

As competições de surf no cenário mundial têm apresentado um alto e homo­gêneo nível de desempenho entre os atletas. Assim, atentou-se à hipótese de que o bottom turn (BT), curva na base da onda essencial para a construção de manobras subsequentes, pode afetar os resultados alcançados em baterias de surf de alto rendimento. O estudo teve como objetivo quantificar o tempo que os atletas levam na execução de BT em suas ondas e correlacioná-lo com as notas atribuídas. A amostra foi composta por quatro eventos do World Tour de Surf, sendo avaliadas 4 baterias de cada evento, perfazendo um total de 16 baterias investigadas. A análise de cada BT foi realizada por meio do recurso de corte de vídeo disponível no programa Sony Vegas Pro 10.0. A análise estatística foi imple­mentada no software SPSS 18.0, sendo calculado o coeficiente de correlação de Pearson, com nível de significância de p < 0,01. Resultados: os índices de correlação encontrados apontam que há associação entre as variáveis para 87,5% dos casos. Pode-se concluir que o alargamento da curva na base da onda (BT) pode maximizar o potencial de rendimento dos surfistas, sugerindo que o BT é um aspecto técnico fundamental na construção de manobras subsequentes que se adéquam aos critérios de julgamento desta modalidade.

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/1980-0037.2012v14n5p554

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.