Craques da Resistência: o Futebol Feminino em São Luís, Maranhão

Por: Bruna Soares Pires e .

Revista Brasileira de Psicologia do Esporte - v.9 - n.2 - 2019

Send to Kindle


Resumo

Em um cenário de adaptação global à modernidade (final do séc. XIX e início do século XX) e busca de uma identidade nacional, chega ao Brasil o futebol, incentivando a adesão de homens – mas de mulheres também. É sobre a participação feminina no futebol brasileiro, em especial na capital maranhense, que este artigo versa, cujos resultados apontam que apesar do preconceito ainda presente e falta de reconhecimento às mulheres jogadoras de futebol, elas são “craques da resistência” diante dos obstáculos e se movem a partir de ideais pessoais e coletivos. Espera-se que este artigo possa ilustrar a realidade maranhense e favorecer reflexões importantes sobre o futebol feminino, assim como favoreça mais estudos na área.

Endereço: https://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBPE/article/view/10109

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.