Criação, Validação e Confiabilidade de Um Equipamento de Simulação de Ataque no Voleibol de Praia

Por: Leopoldo Sindice da Silva.

60 páginas. 2018 17/08/2018

Send to Kindle


Resumo

A busca por melhorias no processo do treinamento é difundida há décadas no esporte. Na perspectiva da contínua melhoria do desempenho, o desenvolvimento de novos instrumentos validados com o propósito de avaliar o rendimento, torna-se uma demanda crescente. Deste modo, o objetivo do presente estudo foi criar e validar um equipamento de simulação de ataque no voleibol de praia. Para tanto, utilizou-se o procedimento descritivo e metodológico, por meio da validade de conteúdo e confiabilidade. A amostra foi composta por 37 sujeitos com expertise em voleibol de praia, sendo 5 juízes especialistas (pesquisador, professores, treinador campeão olímpico e atleta campeão brasileiro), 30 peritos (atletas e treinadores com títulos no cenário nacional e internacional ou participação em Jogos Olímpicos) e 2 atletas campeões mundial escolar. Os resultados obtidos apontam que todos os itens do instrumento apresentaram avaliação satisfatória de CVC>0,8. A avaliação do instrumento em sua totalidade, por sua vez, atingiu a classificação excelente, com coeficientes de 0,91 para clareza de linguagem e 0,94 para pertinência prática. No que diz respeito à consideração de aplicabilidade, o desempenho simulado da técnica de ataque shot pelo equipamento, alcançou avaliação positiva em 90% pelo notório grupo de peritos. A confiabilidade do equipamento realizada a partir do teste-reteste, com nível de significância adotado em 5%, apresentou correlação forte e significativa com valores consistentes de CCI para a velocidade (0,958; p<0,01) e distância horizontal (0,969; p<0,01). Considerando a importância do trajeto percorrido pela bola durante as simulações, buscou-se aprofundar a análise da variável distância vertical, verificando a relação entre as diferenças e as médias do teste-reteste, e os baixos valores de CV=3,9 indicam a homogeneidade das medidas, confirmando a constância das repetições. Conclui-se que o simulador de ataque é um equipamento válido e apresenta confiabilidade para simular o ataque tipo shot no voleibol de praia, podendo ser utilizado na avaliação do desempenho para fins diversos. 

Endereço: http://w2.portais.atrio.scire.net.br/upe-papgef/index.php/pt/mestrado-academico/dissertacoes-mestrado-academico

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.