Crise Estrutural do Capital, Regulamentação da Profissão da Educação Física e Resistência

Por: Hugo Leonardo Fonseca da Silva.

XVI Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

O presente trabalho discute o processo de regulamentação da profissão da Educação Física como expressão da crise estrutural do capital na área, em função de seus vínculos com os traços essenciais dos mecanismos de superação de crise que o capital demanda, notadamente o neoliberalismo e a mercantilização de todas as esferas da vida social. Reflete ainda sobre a ofensiva sobre os trabalhadores em geral e da Educação Física. Como síntese, procura-se caracterizar as resistências e lutas do Movimento Nacional Contra a Regulamentação, indicando os desafios de uma necessária transição para a organização político-sindical dos trabalhadores da Educação Física.

Endereço: http://congressos.cbce.org.br/index.php/conbrace2009/XVI/paper/view/1507

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.