Cruzeiros Maritimos Como Opção de Lazer

Por: Telma Medeiros Brito.

2006 20/12/2006

Send to Kindle


Resumo

A presente pesquisa visa o estudo dos cruzeiros marítimos enquanto alternativa de lazer, com foco nas décadas de 1950 e 1960, relacionando-os com o momento atual. Tal estudo pretende auxiliar os profissionais de Educação Física, os quais estão sendo bastante requisitados para desenvolverem e planejarem as diversas atividades de lazer a bordo dos cruzeiros. O trabalho inclui ainda o levantamento histórico mundial dos cruzeiros, bem como o panorama histórico brasileiro. São apresentados conceitos de cruzeiros marítimos utilizados por diferentes autores nacionais e internacionais numa visão crítica, polemizando as abordagens. Apresenta, ainda, as principais características dos cruzeiros, criando um paralelo com o passado e abordando a evolução que o conceito de lazer ganhou neste setor nos últimos anos, incluindo as principais atividades de lazer desenvolvidas a bordo dos navios de cruzeiro. Aborda também as relações entre o lazer e o turismo introduzindo o cruzeiro marítimo neste panorama, relacionando-o com as questões do tempo 'livre', do prazer, do ritmo que as atividades de lazer toma a bordo e das sensações que podem ser experimentadas pelo corpo em alto mar. A análise dos cruzeiros nas décadas de 1950 e 1960 busca o simbólico que aflora no imaginário popular na atualidade, resgatado por meio de pesquisa documental. O estudo aborda ainda a questão do 'tempo morto', inevitável nos deslocamentos em viagens e sua otimização nos cruzeiros. A pesquisa comparativa-exploratória não pretende esgotar o tema, mas busca contribuir como um passo inicial para estudos mais aprofundados do lazer a bordo dos cruzeiros marítimos. 

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000403977&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.