Cultura e Ciência na Educação Física: Um Estudo Histórico da Cultura Corporal/ Esporte/ Lazer na Bahia – Olhando o Mar e o Sertão

Por: Maria Cecília de Paula.

57ª Reunião Anual da SBPC

Send to Kindle


INTRODUÇÃO:

Objetivou-se investigar a produção de conhecimentos históricos-sociais a respeito da cultura corporal/esportiva/lazer e a constituição do campo da Educação Física, através do levantamento, catalogação e divulgação de conhecimentos sobre este campo profissional e suas relações com o mundo do trabalho, contribuindo na preservação e divulgação de objetos e fontes documentais que testemunhem esta História, dêem sentido e significado a este campo de conhecimento/intervenção. O estudo se justifica devido à falta de sistematizações históricas sobre este conhecimento que produz um fosso teórico no Nordeste brasileiro. Neste sentido, a pesquisa se mostra original, ao perseguir tanto o "Estado da Arte" quanto a gênese desta constituição cultural, e se insere nos estudos históricos da Educação Física, Esporte e Lazer do Programa de Pós-graduação em Educação da FACED-UFBA. A caracterização do estudo deu-se a partir das relações concretas da materialidade social, sendo o marco inicial o ano 1973, com o primeiro curso de Educação Física em Salvador - UCSAL, até a atualidade, com dezoito (18) instituições de ensino superior de Educação Física no Estado. Dentre as formas possíveis de apreensão e desenvolvimento deste objeto, o estudo histórico das manifestações expressivas e dos saberes que constituíam a dinâmica social relacionado à cultura corporal parece-nos privilegiado pela possibilidade de compreender as aproximações sucessivas de como se estabeleceu, desenvolveu e elaborou na Bahia, primeiro lócus identidário da nação, a cultura corporal do brasileiro.

METODOLOGIA:

Tratando-se de uma pesquisa histórica, utilizamos, sobretudo, fontes primárias e secundárias, obtidas, principalmente, nos arquivos da Biblioteca Central do Estado da Bahia; Biblioteca Central da Universidade Federal da Bahia e Arquivo Público Municipal. Fizemos também um levantamento da legislação, a partir da Coleção das Leis da Bahia e dos boletins escolares., os conflitos, o trabalho, as sistematizações e as mudanças ocorridas ao longo da história. Rasteamos fontes, primárias e secundárias, como:
- coleção de leis do Estado da Bahia e dos órgãos legislativos superiores da Colônia e do Império;
- Documentos dos Órgãos Públicos responsáveis pela administração escolar e central;
- Acervos públicos Estaduais, municipais e escolares, com mapeamento dos registros oficiais;
- Fontes iconográficas; Imprensa; Acervos pessoais disponibilizados em Museus;
Fontes secundárias: obras de divulgação científica e cultural, comentários de manuais escolares, compilações e etc. Catalogação temática e cronológica. O levantamento e a catalogação proposta baseou-se em critérios temáticos e cronológicos de organização. Além destes documentos, lançamos mão da história oral temática por considerar que ela oportuniza a constituição e fundamentação desta área do conhecimento como acervo histórico da humanidade, traço de identidade e expressão da cultura brasileira, portanto, seu patrimônio histórico.

RESULTADOS:

• Rastreamento e tratamento catalográfico das fontes documentais;
• Interpretação da Educação Física no processo e adaptação do sistema educacional público, privada e do ensino superior baiano às exigências legais, de 1973 até o momento atual;
• Interpretação da Educação Física no processo e adaptação do sistema educacional público e privado do ensino superior baiano às exigências legais, de 1973 até o momento atual;
• Escassez de fontes escritas (documentos e registros) para registro histórico;
• Pouca consideração às produções culturais do povo brasileiro, especialmente as de origem indígena e afro-brasileira;
• Predominância curricular da cultura européia/ norte-americana referentes à cultura corporal/ esporte e lazer;
• Implementação e funcionamento do grupo de estudo, oficina e linha de pesquisa na Pós;
• Falta da disciplina História da cultura corporal, esporte e lazer no currículo do curso de Educação Física da UFBA, referência para os demais cursos do Estado da Bahia;
• Rastreamento e registro de pessoas que ajudaram a produzir a história da educação física na Bahia e de sua constituição como campo acadêmico/ científico, para aprofundamento do estudo pesquisas posteriores;
• Modificação progressiva da concepção de Educação Física como prática social e parte dos conhecimentos indispensáveis para se entender a sociedade como totalidade;
• Confecção de relatórios de pesquisa e exposições temporárias dos registros.

CONCLUSÕES:

Podemos concluir que existe na Bahia uma carência no que diz respeito ao estudo histórico, sistematizado e catalogado das manifestações da cultura corporal, Educação Física, Esporte & Lazer. Em contrapartida a esta carência é possível detectar através de idas a campo, entrevistas orais e consultas a bibliotecas e acervos públicos da cidade de Salvador e do Estado da Bahia, que existem neste Estado uma riqueza de manifestações destas práticas culturais populares, a exemplo da Capoeira, Samba de Roda, Maculelê, Baião juntamente com outras manifestações que precisam ser aprofundados, catalogadas, sistematizadas e publicadas. Detectamos um descompasso no que diz respeito a pouca investigação histórica científico-acadêmica das práticas corporais que se desenvolveram de forma marginal no Brasil o samba de roda. Concluímos igualmente que outra característica importante deste trabalho é a iniciativa pioneira de se pesquisar estas manifestações, no estado da Bahia de forma a contribuir com o acúmulo de futuras fontes de pesquisa e abertura de programas de Pós-graduação em Educação Física no Nordeste do Brasil. A História do tempo presente traz elementos capazes de contribuir para a Educação Física, o Esporte e o Lazer no Brasil. Entretanto estes estudos ainda são escassos necessitando de mais investigações para nortear os estudos e currículo, considerando o patrimônio cultural brasileiro e sua riqueza cultural indígena e afro-brasileiros.

Tags: , ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.