Da Força do Argumento ou do Argumento de Força? Notas Para Repensar a Produção Teórico-crítica em Educação Física no Brasil

Por: Juliano de Souza.

Revista da ALESDE - v.9 - n.1 - 2018

Send to Kindle


Resumo

Ao longo do texto, me proponho a indicar e sistematizar alguns elementos metodológicos que ajudem a apreender relacionalmente as dinâmicas de importações teóricas na área de EF no Brasil. Nessa ocasião, irei centrar meus esforços em determinado tipo de produção veiculada na área de EF a partir de aproximações levadas a efeito com as Ciências Humanas e Sociais. Assim sendo, para a interlocução aqui delimitada, recorto e recupero algumas relações que a EF no Brasil firmou com o campo educacional. Mais especificamente, procuro desnaturalizar essas relações, dando seguimento ao meu projeto revisionista no campo da EF brasileira, desta vez a partir da retomada de parte da produção teórico-crítica que influiu nos rumos de desenvolvimento da teoria pedagógica da área a partir dos anos 1980.

Endereço: https://revistas.ufpr.br/alesde/article/view/60011

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.