Da Preparação Preliminar Ao Nivel Olimpico: Um Estudo de Caso no Remo Brasileiro Feminino

Por: Julio Cesar Jesus Soares.

2008 25/09/2008

Send to Kindle


Resumo

O remo teve sua categoria feminina oficializada em eventos internacionais como Campeonato do Mundo em 1974 e os Jogos Olímpicos a partir de 1976. A participação do remo brasileiro feminino nos principais eventos internacionais mencionados anteriormente caracterizou-se como um quadro de resultados desportivos inexpressivo. Portanto, torna-se relevante o desenvolvimento de pesquisas científicas que contribuam para elucidação metodológica do processo de treinamento na modalidade em questão. Na atualidade, a obtenção de resultados superiores está relacionada a uma democratização da modalidade na sociedade bem como seleção e orientação de talentos para um sistematizado processo de preparação de muitos anos. A presente pesquisa tem como objetivos organizar o conjunto de dados sobre a vida desportiva pregressa da atleta FB, primeira remadora brasileira com participação olímpica; identificar longitudinalmente as etapas de preparação de muitos anos e relacioná-las com as descritas na literatura especializada. A pesquisa se caracteriza como um estudo de caso descritivo com um delineamento longitudinal. Os instrumentos de pesquisa utilizados para o desenvolvimento do presente trabalho foram: entrevista e registros documentais (escolar, diário do treinador e testes de laboratório). Em relação à organização dos dados documentais referentes à antropometria, observou-se uma seqüência coerentemente estruturada nas coletas das variáveis durante o período escolar da atleta, entre os anos de 1989 a 1999, complementado ano a ano até 2005 com os registros do treinador e testes em laboratório; a potência média verificada nos testes de remo-ergômetro nas diferentes etapas da preparação de muitos anos, sendo que, na distância de 2000 m, a atleta obteve os valores 172,2 e 258,3 w, respectivamente, nas etapas de especialização inicial e especialização profunda. O teste de força máxima (uma ação voluntária máxima dinâmica concêntrica) mostrou um crescimento constante ao longo das etapas de preparação; o maior índice absoluto e relativo da potência média (w) coincidiu com o momento de massa corporal ótima, ou seja, quando a atleta foi orientada para competir na categoria peso leve, aproximando-se dos valores apresentados pela elite mundial, o que aumentou seu potencial competitivo internacional. Quanto ao desempenho competitivo se registrou um total de 56 intervenções distribuídas em nível Estadual, Nacional e Internacional. Dessa forma, foi possível concluir que a organização dos dados com sua representação gráfica e as análises comparativas em relação a outras atletas de destaque internacional, subsidia o processo de treinamento idealizado longitudinalmente desde a etapa de preparação preliminar até a de resultados superiores.

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=000434153&opt=1

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.