Dança em Cadeira de Rodas: os Sentidos da Dança Como Linguagem Não-verbal

Por: .

1998 08/05/1998

Send to Kindle


Resumo

Este estudo focaliza a dança moderna para as pessoas portadoras de deficiência física, uma modalidade em expansão no Brasil e no mundo, com o objetivo de contextualizá-la e justifica-la como uma área do conhecimento da Educação Física e da Dança. Esta pesquisa tem como objetivos: (I) conhecer os significados da dança para as pessoas portadores de deficiência física - ppdf através das relações de sentido determinado as linguagem não-verbal, (II) compreender a dança em sistemas de significação, tendo como meio de expressão o corpo em movimento, (III) conhecer a contribuição da dança em cadeira de rodas para o grupo estudado. Os primeiros capítulos dão uma visão histórica sobre o portador de deficiência e sobre a dança para que se possa uma estabelecer a relação entre deficiência corpo-cultura-dança. A teoria de Rudolf Von Laban é enfatizada, em especial a sua influência nos estudo de dança em cadeiras de rodas. O conceito e metodologia de dança para ppdf é discutido tendo como referencial a ISOD - Internacional Sports Organization for the Disabled - com sede em Munique, a Very Special Art - Uma associação não governamental que estimula, promove e divulga a produção artística da pessoa portadora de deficiência, com sede no Rio de Janeiro, e os diversos grupos independentes filiados às Universidades, Associações e Prefeituras Municipais do país... Observação: O resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digital.

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000132174&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.