Dança e Educação: Dimensões ético-estéticas do Corpo

Por: Antonio Carlos Monteiro de Miranda e Vitor Hugo Marani.

Pensar a Prática - v.21 - n.4 - 2018

Send to Kindle


Resumo

O texto foi orientado pelas interfaces entre dança e educação, a fim de problematizar as dimensões ético-estéticas do corpo no contexto do ensino da dança na escola. Especificamente, atentou-se à reflexão sobre o ensino da dança na escola e à discussão referente à dimensão ético-estética do corpo se instaura como elemento educacional para se pensar a dança como meio para unir sensibilidade à racionalidade. Para tanto, a pesquisa, de caráter bibliográfico, foi guiada por leituras de obras relacionadas à dança, à educação ao sentido ético-estético do corpo. Concluiu-se que a educação ético-estética por meio da dança pode contribuir para a valorização do sensível e da criação na cultura do corpo como formas de mudança no paradigma da dança no tempo-espaço escolar.

Palavras-chave


Dança. Dimensão Ético-Estética. Educação.

Endereço: https://doi.org/10.5216/rpp.v21i4.50211

Tags: Nenhuma cadastrada :(

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.