Dança na Formação do Professor de Educação Física: Luxo ou Necessidade?!...

Por: Dionísia Nanni.

88 páginas. 1997

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo, de natureza qualitativa, vincula-se à linha de pesquisa representações sociais da Educação Física, esporte e lazer desenvolvida no programa de pós-graduação stricto-sensu em Educação Física da Universidade Gama Filho. Teve por escopo dar conta da contribuição da disciplina Dança à formação do profissional de educação física. A estratégia metodológica utilizada foi a análise do discurso, na perspectiva de Orlando (1993) e Maingueneau (1993). O instrumento de coleta de dados utilizado foi a entrevista semi-estruturada, a qual foi composta predominantemente por perguntas abertas, visando recolher pistas acerca das representações da disciplina Dança no curso de licenciatura em educação física. Os discursos foram analisado à luz de uma matriz teórica construída para dar conta de processos exógenos discursivos e/ou processo endógenos discursivos (provenientes do deslocamento do sujeito) na esfera da disciplina Dança. O estudo revelou que no espaço desta disciplina predomina o corpo imanência, e no espaço privado predomina o corpo transcendência. O primeiro nos remete ao mito apolíneo, enquanto que o segundo nos remete à concepções dionisíaca de dança. O discurso dos informantes sugeriu que a disciplina Dança, para se desenvolver de forma adequada, tornando-se algo significativo para os alunos, precisa resgatar o equilíbrio entre Apollo e Dionísio como referenciais norteadores do processo de ensino/aprendizagem. O estudo mostra que, na prática, a Dança precisa trabalhar de forma sistemática "O Cotidiano" dos acadêmicos, como estratégia para desenvolver uma visão crítica da disciplina Dança, legitimando-a como aporte efetivo à formação profissional de educação física.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=660&listaDetalhes%5B%5D=660&processar=Processar

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.