Dança na Educação Infantil: Relato de Uma Prática Pedagógica na Educação Física

Por: Gabrielle Souza Silva, Joice Tainá de Jesus Santos, e Rosilene Vila Nova Cavalcante.

VI Congresso Sudeste de Ciências do Esporte

Send to Kindle


Resumo

Introdução: A Educação Infantil conforme a LDB 9394/96 é a primeira etapa da educação básica e tem por finalidade o desenvolvimento integral da criança de 0 a 5 anos de idade, em seus aspectos físicos, psicológicos, intelectuais, sociais em consonância a ação da família e da comunidade. O presente estudo foi desenvolvido a partir de observações realizadas em uma Creche Municipal do Território Sertão Produtivo e propomos como questão norteadora discutir sobre quais as contribuições que a dança, como conteúdo da educação física escolar, traz para o desenvolvimento das crianças na educação infantil? Objetivo: Analisar e discutir quais as contribuições da dança, enquanto componente curricular da educação física na perspectiva de prática pedagógica significativa. Metodologia: trata- se de um estudo qualitativo, de caráter descrito e classificado como uma pesquisa de campo na proposta de um relato de experiência. Utilizamos como instrumento de coleta, a observação dirigida e o diário de campo como registro reflexivo no intuito de garantir os pontos pertinentes ao que propõe. As aulas observadas aconteceram com crianças de 3 anos, no turno vespertino, no período de Maio a Junho de 2017 em encontros duas vezes por semana. Resultados: a partir da leitura e estudo do PPP da Creche, percebe-se que a educação física é um componente curricular, contudo a dança não se apresenta como um conteúdo sistematizado na práxis pedagógica da professora. As aulas observadas foram significativas, na evidência de marcadores sociais para elencar o debate e revelar possibilidades de desconstrução de paradigmas relacionados à dança. Ficou explícita a relação afetiva da professora com os alunos durante o desenvolvimento das atividades, com motivação e envolvimento das crianças nas atividades, O conteúdo relacionado à dança foram as brincadeiras de roda e as danças circulares, de fácil aprendizado que auxiliaram no desenvolvimento da noção de ritmo individual e coletivo dos alunos. Considerações Finais: A observação nos permitiu a reflexão sobre a dança como conteúdo da educação física. Percebemos como é complexa essa proposição nesta faixa etária, sobretudo relacionar com as características pertinentes a essa idade sem descaracterizar as finalidades da dança. Assim foi possível identificar lacunas em nossa formação inicial com relação ao estudo sobre o desenvolvimento e as características das crianças e associar as possibilidades da dança enquanto conteúdo da educação física nesta etapa escolar.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.