Dança de Salão: Inclusão Social e Realização Pessoal

Por: José Augusto Rodrígues e Lilian Fátima Zaniboni.

Conexões - v.11 - n.2 - 2013

Send to Kindle


Resumo

Este estudo descreve como aconteceu o processo de ensino e aprendizagem da dança de salão com uma aluna com deficiência auditiva e visual. Para tanto, foi feita uma análise longitudinal das aulas realizadas entre o professor J. A. R., sexo masculino, 37 anos, e sua aluna W. L. W, sexo feminino, 52 anos. Os resultados mostram que a interação entre professor-aluna dava-se a partir da técnica elaborada e adaptada pelo professor, em que o mesmo usava da língua de sinais na palma da mão esquerda de sua aluna. Além da efetividade dessa técnica comunicativa, observou-se que, após as aulas de dança de salão, a aluna passou a apresentar uma melhor postura corporal, agilidade física, mais equilíbrio físico e uma significativa melhora da auto-confiança, que lhe rendeu uma nova estratégia de comunicação e uma vida social mais ativa. Conclui-se, assim, que o ensino-aprendizagem da dança de salão, quando fundamentado em conhecimentos que perpassam pelo bio-psico-social do corpo humano,

Endereço: fefnet178.fef.unicamp.br/ojs/index.php/fef/article/view/871

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.