De 2003 a 2005: O Projeto do Núcleo de Ensino da Unesp-Rio Claro Atletismo se Aprende na Escola

Por: .

IX EnFEFE - Encontro Fluminense de Educação Física Escolar

Send to Kindle


Introdução

Não seria demais reforçar a importância que o atletismo assume na formação da criança em qualquer faixa etária. Sem exigir materiais muito complexos, formado por regras fáceis e de aprendizagem rápida e que se repetem em muitas das provas, o atletismo é composto por movimentos que motivam todos aqueles que o praticam. Contudo, tratado, muitas vezes, como um esporte de base para as demais modalidades, a especificidade do atletismo, quase sempre é deixada em segundo plano, comprometendo o conhecimento mais amplo dessa modalidade esportiva.

Assim, se faltam professores dedicados ao trabalho com o atletismo, também faltam aqueles que se dedicam ao ensino desta modalidade esportiva por ela mesma. Ou seja, faltam programas de atividades físicas que visam ensinar o atletismo em si, propiciando às crianças um reconhecimento daquilo que aprenderam ao se depararem com a execução de grandes atletas em competições televisiva
Sobre o projeto

Foi com base nisso que o projeto do Núcleo de Ensino "Atletismo se aprende na escola" realizado desde 2003 como parte das atividades desenvolvidas pelo GEPPA - Grupo de Estudos Pedagógicos e Pesquisa em Atletismo teve como resultado, em 2003, a elaboração de material de ensino de fundamental importância para a área, sobretudo se considerarmos três aspectos: proporcionou uma atualização bibliográfica considerando-se que a concentração da publicação de livros de atletismo é própria das décadas de 70 e 80; ampliou as possibilidades de ensino do atletismo tendo em vista a gama de atividades que oferece em todas as provas do atletismo, algo bastante incomum na área que normalmente prioriza o trabalho com corridas e saltos, em detrimento dos arremessos, lançamentos, marcha atlética e provas combinadas; além do que é extremamente rico em orientações didático-pedagógicas, já que, confeccionado com o intuito de motivar a prática do atletismo escolar preenchendo uma grande lacuna da bibliografia na área cuja predominância técnica, de treinamento e normativa não explora as especificidades do trabalho didático-pedagógico, isto é, do ensino do atletismo para crianças.

A idéia do material produzido é fornecer ao profissional de Educação Física interessado no trabalho com o Atletismo algumas sugestões e orientações pautadas na experiência de anos de trabalho com o ensino do atletismo, registrando, além de exercícios capazes de contribuir para o desenvolvimento de cada uma de suas provas, indicações bibliográficas que possam contribuir para o aprofundamento neste campo. Nesse sentido, procuramos registrar algumas idéias e sugestões partindo de referências existentes na área e de nossas próprias elaborações, as quais consideramos serem capazes de orientá-lo em sua própria criação sem, contudo, aprisionar-lhe as idéias fazendo disso uma camisa-de-força que restrinja sua capacidade criativa.

Vale destacar que o material de ensino produzido procurou abarcar um conhecimento do atletismo no campo teórico e prático, tendo como referência suas modalidades, ou seja, a marcha atlética, as corridas (rasas de velocidade, resistência, barreiras, com obstáculos, revezamentos); os saltos (altura, triplo, distância e vara); arremessos e lançamentos (peso, disco, dardo/pelota, martelo; as provas combinadas, além de sugestões para competições, atividades para dias de chuva. Para além disso, procuramos registrar uma vasta bibliografia no campo do atletismo como sugestão de leitura, mencionando livros, dissertações de mestrado e teses de doutorado, sites, vídeos e slides.

De reconhecido valor por todos aqueles que tomaram contato com ele até então, o caderno didático produzido foi amplamente divulgado por meio da continuidade do projeto, intitulado, em 2004, como: "Atletismo se aprende na escola: oficinas pedagógicas" quando nos propusemos a dar ampla divulgação do material produzido. Foi assim que durante todo o ano de 2004 promovemos inúmeras oficinas sobre temas diversos no campo do atletismo as quais contaram com a participação efetiva de professores de Educação Física da Rede Estadual de Ensino e alunos de graduação, com enorme sucesso e repercussão.

Com base no exposto e no êxito alcançado nos anos anteriores propusemos, para 2005, a continuidade deste projeto que tem contribuído muito para a difusão do atletismo. O objetivo central desta terceira fase de desdobramento do projeto original "Atletismo se aprende na escola" será a aplicação do material didático em aulas regulares de Educação Física de modo a constatarmos a sua eficácia e limites. Para tanto, contaremos com a participação de professores da Rede Pública de Ensino que participaram das Oficinas Pedagógicas oferecidas em 2004 e que conhecem o material didático produzido, de modo que possamos, sob a sua supervisão, desenvolver um mini-curso de atletismo durante as aulas regulares de Educação Física no Ensino Fundamental, com base no material produzido pelo Núcleo de Ensino nos anos anteriores. Esta será, certamente, o coroamento deste projeto iniciado em 2003, cujos resultados têm sido muito satisfatórios.

Considerações finais

A intenção é que o caderno didático confeccionado em 2003, transformado em livro publicado pela Editora Fontoura em 2005 sob o título "Atletismo se aprende na escola" e o entusiasmo gerado pelas Oficinas Pedagógicas em 2004, sirvam como estopim para a discussão do atletismo no campo escolar de modo que possamos levar os professores a retomarem o contato com este conhecimento, estimulando-os a colocá-lo em prática; divulgar o material que elaboramos fazendo com que este saia do papel e se universalize como parte do conteúdo das aulas de Educação Física; além de promover uma constante reflexão acerca das atividades que elaboramos, a partir das quais, os professores poderão criar muitas outras.

A proposta que este Projeto possa, cada vez mais, se transformar em uma palavra de incentivo aos profissionais da Educação Física, demonstrando-lhes as facilidades de se trabalhar com o atletismo em qualquer faixa etária, quer por meio de jogos pré-desportivos ou de atividades mais técnicas, aglutinando ao seu redor um grande número de praticantes.

Obs. Os autores, prof. Sara Quenzer Matthiesen (saraqm@rc.unesp.br) leciona e os acadêmicos Augusto César Lima e Silva (aucels@yahoo.com.br) e Mellissa Fernanda Gomes da Silva (mellissafer@hotmail.com) cursam educação física, e todos são membros do GE Pedagógicos e Pesquisa em Atletismo da UNESP-Rio Claro.

Referências

  • Matthiesen, S. Q.; CALVO, A. P.; SILVA, A. C. L.; FAGANELLO, F. R. Atletismo se aprende na escola. Rio Claro: NE, 2003. 58p.
  • Matthiesen, S. Q.; CALVO, A. P.; SILVA, A. C. L.; FAGANELLO, F. R. Atletismo se aprende na escola. Motricidade, Santa Maria da Feira, Portugal, v.1, n.1, p. 36-47, 2005.
  • Matthiesen, S. Q. Atletismo se aprende na escola. Jundiaí: Fontoura, 2005. 128p.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.