Demanda Metabólica em Lutas de Projeção e de Solo no Judô: Estudo Pelo Lactato Sanguíneo

Por: .

Motriz - v.2 - n.2 - 1996

Send to Kindle


Resumo

No Judô as lutas desenvolvem-se em técnicas de projeção ou domínio no solo, porém pouco se sabe da sobrecarga nestas atividades. Desta forma, com objetivo de comparar essas duas etapas de luta, judocas masculinos (n=8) de Rio Claro-SP foram testados em duas sessões constituídas de 3 tentativas de 2 min de duração com 1 min e 30 s de intervalo. Ao final de cada tentativa foi coletado sangue de lóbulo de orelha para determinação do lactato sanguíneo. Nas lutas de projeção foram obtidos valores de lactato sanguíneo na primeira, segunda e terceira tentativas de, respectivamente: 4,8± 1,6 mM, 7,1± 2,7 mM e 7,9± 3,2 mM e nas lutas de solo de: 4,2± 0,8 mM, 6,7± 2.0 mM e 8,4± 3.2 mM. Não houve diferença significativa entre as duas condições, porém houve aumento do lactato sanguíneo entre as consecutivas repetições (p<0,05). Houve correlação positiva entre o lactato sanguíneo nas lutas de projeção e de solo (r=0,95, p<0,05). Concluiu-se que ambas as lutas implicam em demanda lática de igual magnitude, e sugere não haver vantagem metabólica, em utilizar como estratégia de competição, alguma fase específica para recuperação ou tentativa de remoção de lactato.

Endereço: http://www.rc.unesp.br/ib/efisica/motriz/02n2/2n2_ART04.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.