Demandas Físicas São Influenciadas Pelo Estatuto Posicional em Pequenos Jogos de Futebol?

Por: André Gustavo Pereira de Andrade, , Igor Junio de Oliveira Custódio, Marcelo Vilhena Silva e .

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.23 - n.5 - 2017

Send to Kindle


Resumo

Introdução: Pequenos jogos são utilizados no treinamento de jogadores de futebol porque replicam as demandas técnicas, táticas, físicas e fisiológicas num contexto semelhante ao do jogo. Contudo, não se sabe se esse modo de treinamento é suficiente para demandar as especificidades observadas no jogo com relação ao estatuto posicional. Objetivo: Comparar a demanda física de defensores, meio-campistas e atacantes durante a realização de pequenos jogos de futebol. Métodos: Dezoito jovens jogadores de futebol (16,4 anos) participaram do estudo, divididos em seis equipes compostas por um defensor, um meio-campista e um atacante. Realizaram-se seis sessões de coleta de dados constituídas por duas séries de quatro minutos com quatro minutos de pausa passiva. Utilizou-se equipamento de GPS de 15 Hz para coleta das informações. Os dados foram analisados por meio da ANOVA One-way e teste de Kruskal-Wallis, com nível de significância em 5%. Resultados: Observou-se diferença significativa na demanda física de jogadores de diferentes estatutos posicionais. Meio-campistas percorreram maior percentual da distância em velocidades superiores, enquanto defensores apresentaram distância total reduzida, aumento da distância na velocidade inferior e redução na realização de ações de aceleração. Conclusão: Demandas físicas variam durante a realização de pequenos jogos em função do estatuto posicional.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1517-86922017000500399&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.