Descolonização de Sujeitos Monstros no Game Undertale: Uma Reflexão com a Psicologia Social

Por: Arthur Galvão Serra e Marcelo Victor da Rosa.

Pensar a Prática - v.22 - n.1 - 2019

Send to Kindle


Resumo

Este artigo tem por objetivo apresentar contribuições de três autores clássicos das teorias críticas dos discursos colonialistas, fazendo reflexões a partir da análise do game Undertale. O primeiro autor, Franz Fanon, fornece aportes para o entendimento da ação descolonizadora na produção de subjetividades. O Orientalismo de Edward Said aponta para discursos científicos legitimadores da colonialidade e a institucionalização da psicologia científica no Brasil. Por fim, Mohandas Gandhi problematiza estratégias de resistência situadas de violência e não-violência. Com a análise das trajetórias de descolonização, o jogo Undertale e as estratégias relacionadas aos autores possibilitaram abertura na cristalização da colonização do outro e sua legitimação pela bestialização.

Endereço: https://www.revistas.ufg.br/fef/article/view/49903

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.