Descrição da Aptidão Inicial Para Natação em Lesionados Medulares

Por: Ana Cláudia Raposo Melo.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.15 - n.6 - 2009

Send to Kindle


Resumo

Este estudo tem por objetivos verificar o retorno à natação após a lesão medular e descrever a aptidão inicial de lesionados medulares para o nado como parte das atividades do programa de reabilitação no Hospitalar Sarah-Centro. MÉTODOS: Foram avaliados 170 pacientes com diagnóstico de paraplegia e tetraplegia, em três etapas - levantamento de dados em prontuário, entrevista oral e avaliação do padrão do nado. Os resultados apontaram que grande parte dos pacientes não entrou na piscina ou realizou nado após a lesão medular. A avaliação da adaptação ao meio líquido após a lesão medular demonstrou que grande parte dos pacientes realizou a imersão e flutuação de forma independente, porém, apresentando dificuldade em mudar de decúbito dentro da água. Apenas uma pequena porcentagem retomou a natação após a lesão medular; foi também verificada redução no total dos sujeitos que nadavam regularmente antes. A avaliação apontou que os nados crawl e de costas foram realizados por metade dos avaliados; apenas uma pequena parte realizou nado de peito. CONCLUSÃO: Após a avaliação dos relatos dos pacientes, verificou-se redução na prática da natação, seja como atividade esportiva, física ou de lazer após a lesão medular, apesar de a aptidão para o nado não ter sofrido grandes alterações.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1517-86922009000700008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.