Desempenho do Atletismo Brasileiro no Período 1920 - 2001

Por: Ivo da Silva.

185 páginas. 2002

Send to Kindle


Resumo

o propósito deste estudo foi investigar o desempenho dos atletas brasileiros da modalidade de atletismo ocorrido entre 1920 e 2001, com ênfase no período de 1991 a 2001, e situá-Ios no contexto internacional. Este estudo caracterizou-se como uma pesquisa descritiva, do tipo documental com caráter histórico. As informações consideradas correspondem aos resultados obtidos pelos atletas que integraram o sistema desportivo brasileiro e participaram de competições oficiais a partir de 1920. A amostra foi constituída pelas marcas obtidas pelos atletas que se classificaram nas oito primeiras posições do ranking nacional de cada prova nos qüinqüênios de 1920 a 1999 e dos rankings anuais a partir de 1991, num total de 8182 resultados. Todos os dados obtidos foram pontuados de acordo com a IAAF Scoring Tables of Athletics, versão 2000, sendo então tabulados e calculadas as médias e desvios padrão de cada prova ou grupo de provas. Para tratamento dos dados utilizou-se a média, o desvio padrão, a análise de variância (ANOV A One Way), a análise de regressão linear e a análise dos desvios simples de cada prova em relação às médias gerais, considerando o nível de significância de 0,05. Pelas evidências e resultados relatados neste estudo, permitiu-se concluir que: os desempenhos dos atletas da categoria masculina foram superiores aos da categoria feminina, sendo que ambos apresentaram taxas de evoluções semelhantes, atingindo os melhores progressos entre 1965 e 1984 seguido de uma tendência de estabilização a partir de 1991. Os grupos masculinos e femininos das provas de VelocidadelBarreiras foram os de melhor nível técnico, enquanto os menores níveis ocorreram nas provas de maior complexidade técnica. Existem significativas diferenças entre os desempenhos médios gerais dos campeões Mundiais/Olímpicos e os desempenhos médios gerais dos primeiros colocados do ranking nacional, sendo que na história dos Campeonatos Mundiais de Adultos e dos Jogos Olímpicos, apenas dois atletas brasileiros conquistaram o título de campeão. O estudo destaca que, a principal razão da estagnação do nível técnico do atletismo brasileiro e do distanciamento das performances obtidas pelos melhores atletas internacionais, pode ser devido à semi profissionalização dos treinadores, a qual provoca uma evasão constante dos melhores profissionais. Neste contexto, recomendam-se algumas ações à Confederação Brasileira de Atletismo no sentido de reverter o quadro apresentado, assim como sugeremse novos estudos para aprofundar as análises das situações que influenciaram as variações dos desempenhos de cada prova específica.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=2094&listaDetalhes%5B%5D=2094&processar=Processar

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.