Desempenho Motor de Escolares Através da Bateria de Teste Ktk

Por: Ricardo Alexandre Carminato.

99 páginas. 2010 29/10/2010

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo, caracterizado como um delineamento descritivo transversal, teve como
objetivo geral avaliar o desempenho motor de escolares de 7 a 10 anos de idade, de ambos
os sexos, da rede municipal de Cianorte, através da bateria de teste KTK. Para a seleção da
amostra, fez-se uso do sorteio sistemático, a partir da listagem ordenada das escolas, com
base no número crescente de alunos matriculados. Foram avaliadas 931 crianças, 503 do
sexo feminino e 428 do sexo masculino. A composição corporal foi estimada através das
dobras cutâneas triciptal e subescapular. O desempenho motor das crianças foi avaliado
através da bateria de teste KTK. A normalidade dos dados foi avaliada através do teste de
Kolmogorov-Smirnov. Utilizou-se da análise de variância de um fator para comparação
das variáveis do estudo entre os grupos etários (ANOVA para dados normais e Kruskal-
Wallis para dados não normais). A comparação entre os sexos foi feita pelo teste “t” para
os dados normais e pelo teste de Mann-Whitney para os dados não normais. O teste Chiquadrado
(χ²) foi utilizado para verificar o grau de associação entre as variáveis estudadas.
De modo geral, os resultados do presente estudo revelaram que 70,2% dos escolares
apresentaram níveis de desempenho motor abaixo da normalidade, independentemente da
idade e do sexo. No entanto, as meninas apresentaram níveis de desempenho motor
inferiores aos meninos. Quanto aos componentes do desempenho motor coordenado
constatou-se que as meninas demonstraram mais dificuldades nos saltos lateral e
monopedal do que os meninos, que apresentaram níveis inferiores de equilíbrio. O
percentual de gordura demonstrou forte associação com o desempenho motor,
evidenciando que as crianças que tinham um acúmulo maior de gordura corporal
apresentaram menores índices de desempenho motor. Com o presente estudo, pôde-se
concluir que os níveis de desempenho motor coordenado dos meninos são melhores do que
os das meninas, porém, de uma forma geral, os resultados foram aquém dos esperados. A
gordura corporal pode influenciar negativamente nos níveis de desempenho motor das
crianças, enfatizando a necessidade das aulas de Educação Física Curricular na educação
infantil para combater a obesidade e criar maiores oportunidades para a prática.

Endereço: http://hdl.handle.net/1884/25006

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.