Desenvolvimento e Validação de Um Novo Sistema de Seleção de Talentos Para a Ginástica Olímpica Feminina: a Bateria PDGO

Por: Patrícia Arruda de Albuquerque e Paulo de Tarso Veras Farinati.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.13 - n.3 - 2007

Send to Kindle


Resumo

A ginástica olímpica (GO) envolve atividades motoras que exigem capacidades específicas. Todavia, há carência de testes para detectar o potencial para o desempenho na GO em idades precoces. Este estudo descreve e apresenta evidências da validade de uma bateria de testes para a seleção de talentos para GO feminina. Inicialmente, foram levantadas as atividades que vêm sendo aplicadas por especialistas em GO, na literatura e por consulta através de questionários. A partir das 30 atividades mencionadas, foi delineada uma bateria de testes com 22 atividades, aplicada em 55 crianças de cinco a nove anos de idade. Com uso de técnicas de análise fatorial, os escores fatoriais individuais foram calculados para o primeiro fator, sendo adotados como variável independente representativa do potencial das crianças para o desempenho em GO (PDGO). Uma regressão múltipla passo a passo gerou uma equação por meio da qual o PDGO era estimado a partir de apenas oito atividades. A validade cruzada da bateria e do índice PDGO foi verificada em 16 ginastas experientes e 19 crianças de escolinha. As primeiras obtiveram médias significativamente maiores (PDGO = 85,1) que as últimas (PDGO = 54,8), indicando que a bateria discriminou bem o potencial geral para o desempenho. Confirmou-se a validade construto com base na estrutura da análise fatorial, já que as atividades agruparam-se em torno de uma única dimensão do desempenho motor. Para a fidedignidade inter e intra-observadores, obtiveram-se correlações de 0,83 a 1,00, sem diferenças entre as médias nas situações observadas. Conclui-se que a bateria de testes, além de ser de aplicação rápida, simples, de baixo custo e fácil entendimento, reveste-se de validade e reprodutibilidade, podendo ser aplicada na seleção inicial de talentos para a GO. Estudos adicionais, porém, deveriam ser conduzidos para confirmação dos presentes resultados, envolvendo amostras maiores e abordagem longitudinal para estabelecimento da validade preditiva do método.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922007000300006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.