Desordem da Coordenação do Desenvolvimento

Por: Lúcio Fernandes Ferreira.

Motriz - v.12 - n.3 - 2006

Send to Kindle


Resumo

Desordem da Coordenação do Desenvolvimento (DCD) se caracteriza por problemas no desenvolvimento motor. Seu diagnóstico é feito somente em caso de prejuízo significativo nas atividades acadêmicas e cotidianas. O diagnóstico também está condicionado ao fato de a desordem motora não ser de origem médica, como paralisia cerebral, hemiplegia, distrofia muscular, ou qualquer outra dificuldade desenvolvimental pervasiva. Sua prevalência é de 15% da população infantil em idade escolar. É um fenômeno complexo e ainda pouco estudado no Brasil. O propósito desta revisão é apresentar os principais tópicos que norteiam as discussões sobre a DCD. Assim, optou-se por uma seqüência que se inicia pela conceituação do fenômeno, passa pela etiologia, co-ocorrências, subgrupos, e finaliza com questões desenvolvimentais. Discuti-los se faz necessário, uma vez que são imprescindíveis para o avanço do conhecimento e entendimento do assunto. Nesse sentido, recomenda-se que profissionais ligados ao desenvolvimento infantil, tais como: psicólogos, pediatras, fisioterapeutas, pedagogos e profissionais de educação física, tenham acesso às informações existentes acerca deste fenômeno.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/422/748

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.