Determinação e Validação de Limiares de Acelerômetros Para a Estimativa da Intensidade da Atividade Física em Adolescentes

Por: Marcelo Romanzini.

135 páginas. 2012 29/02/2012

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo foi desenvolvido com o objetivo de derivar limiares para valores de counts de tres modelos de acelerometros (ActiGraph GT3X, Actical e RT3) e testar a validade de cinco conjuntos de limiares da versao uniaxial do acelerometro ActiGraph para distinguir diferentes intensidades da atividade fisica em adolescentes. Setenta e nove adolescentes de 10 a 15 anos de idade participaram do estudo. Dados de counts dos acelerometros e de consumo de oxigenio (VO2) foram coletados em repouso e em onze atividades fisicas de diferentes intensidades. Os tres acelerometros foram posicionados na cintura e o VO2 foi mensurado pelo sistema metabolico portatil Cosmed K4b2. Escores de MET¡¦s foram computados individualmente e adotados como criterios para: a) derivar limiares relacionados as atividades sedentarias (SED), leves (LEV), moderadas a vigorosas (MOD) e vigorosas (VIG) para os acelerometros ActiGraph (GT3X), Actical e RT3 e; b) validar limiares da versao uniaxial do ActiGraph propostos por Evenson et al., Mattocks et al., Puyau et al., Treuth et al. e Vanhelst et al. Receiver Operating Characteristic Curves (ROC) foram utilizadas para determinar limiares para os tres modelos de acelerometros no ponto onde a sensibilidade e a especificidade foram maximizadas. A validade dos cinco conjuntos de limiares foi testada por curvas ROC e coeficientes ponderados de Kappa (k). O alcance dos limiares para SED, LEV, MOD e VIG foi de 0-180, 181-756, 757-1111 e >1111 counts.15 s-1 para o vetor magnitude do ActiGraph, 0-17, 18-440, 441-872 e >872 counts.15 s-1 para o Actical e 0-5.6, 5.7-20.3, 20.4-32,1 e >32.1 counts.s-1 para o vetor magnitude do RT3, respectivamente. Para os tres acelerometros foi observada uma discriminacao quase perfeita das SED e das MOD (ROC > 0,97) e excelente discriminacao das VIG (ROC > 0,90). Areas sob a curva ROC indicaram melhor discriminacao das MOD pelo ActiGraph e Actical quando comparados ao RT3 (P<0,05). A predicao das intensidades nao foi melhorada quando as analises foram estratificadas por idade e sexo. Quanto a validacao dos conjuntos de limiares da versao uniaxial do ActiGraph, limiares propostos por Evenson et al. e Vanhelst et al. apresentaram melhor concordancia (k=0,84 e 0,82) que aqueles propostos por Mattocks et al. e Puyau et al. (k=0,78 e 0,70). Em geral, acuracia de classificacao das SED e MOD foi excelente (ROC>0,90). Limiares de Evenson et al., Treuth et al. e Mattocks et al. exibiram melhor predicao das SED que limiares de Vanhelst et al. e Puyau et al. (P<0,0001). Para MOD, limiar de Mattocks et al. apresentou menor acuracia que os demais limiares (P<0,01). A predicao das VIG pelos limiares de Evenson et al. e Vanhelst et al. foi boa (ROC=0,88 e 0,89) e significantemente melhor que Treuth et al., Mattocks et al. e Puyau et al. (ROC=0,57 a 0,78). Coletivamente, limiares de Evenson et al. estiveram associados as melhores estimativas das SED, MOD e VIG. Em conclusao, os limiares derivados no presente estudo para os acelerometros ActiGraph GT3X, Actical e RT3 apresentaram elevada capacidade de predicao da intensidade da atividade fisica e podem ser utilizados para monitorar a atividade fisica habitual de adolescentes. Dentre os limiares existentes para a versao uniaxial do ActiGraph, limiares de Evenson et al. demonstraram melhores indicadores de validade e sao recomendados para a estimativa da intensidade da atividade fisica em adolescentes.

Endereço: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/100464

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.