Determinantes Biológicos e Sócio-culturais Associados à Prática de Atividade Física de Adolescentes.

Por: André F. Seabra, Denisa M. Mendonçaii, José Maia, Luiz A. Anjos e Martine Thomis.

Cadernos de Saúde Pública - v.24 - n.4 - 2008

Send to Kindle


Resumo

A atividade física é um comportamento importante na promoção de saúde e na prevenção de doenças. Para que se desenvolvam programas eficazes no incentivo à prática de atividade física em adolescentes, torna-se necessário que se identifiquem os fatores que a determinam. Este estudo pretende rever alguns dos aspectos do estado atual do conhecimento acerca da influência de determinantes demográfico-biológicos (idade, sexo, estatuto sócio-econômico) e sócio-culturais (família, pares e professor de educação física) na atividade física de adolescentes. Nesta revisão apenas foram incluídos estudos efetuados com amostras superiores a 100 adolescentes com idades entre os 10 e os 18 anos, que tenham adotado delineamentos de pesquisa transversal e que tenham utilizado questionários. Os principais resultados e conclusões foram que: a idade parece estar negativamente associada à atividade física; o sexo masculino tende a estar mais envolvido nessas atividades; o estatuto sócio-econômico elevado parece ser um fator protetor do risco de inatividade física; a participação da família e dos pares em atividades físicas parece estar positivamente associada às atividades por parte dos adolescentes; o professor de educação física parece não representar um fator propiciador da atividade física.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.