Diagnóstico Esportivo no Brasil: Desenvolvendo Métodos e Técnicas.

Por: .

141 páginas. 2013 08/10/2013

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo tem como objeto os Diagnósticos Esportivos, que permitam constatar, explicar e propor ações e políticas para a universalização e democratização do esporte enquanto patrimônio cultural da humanidade. Este estudo se justifica na atualidade diante da pesquisa DIESPORTE, promovida pelo Ministério do Esporte do Brasil, envolvendo seis universidades públicas brasileiras (UFBA, UFS, UFRJ, UFRGS, UFG, UFAM) e agências de financiamento de pesquisa como a FINEP e o CNPQ, com o objetivo de identificar as barreiras que a estrutura do atual sistema esportivo brasileiro apresenta à universalização, à democratização do esporte no país, considerando a necessidade de elevação do padrão cultural esportivo, à promoção da inclusão social, à qualificação do esporte de alto rendimento e, consequentemente, a elevação dos seus resultados. A hipótese que levantamos é que a tradição brasileira em estudos que visem conhecer o sistema esportivo brasileiro, em decorrência da teoria do conhecimento empregada, não tem conseguido aprofundar os nexos, relações e determinações entre o singular, o particular e o geral, e assim, apresentam limitações conclusivas para a necessidade de políticas públicas. Nesses termos, esta tese tem como problema de investigação: quais as possibilidades de superação da teoria do conhecimento, método e técnicas de pesquisa para a realização de diagnóstico esportivo que supere as contradições identificadas nos diagnósticos anteriormente realizados? O objetivo é propor, com base na teoria do conhecimento dialética materialista histórico, método e técnicas de investigação que permitam explicar cientificamente as relações, nexos e determinações entre o grau de desenvolvimento da cultura esportiva no atual modo de produção da vida, e o sujeito praticante ou não de esporte; a infraestrutura esportiva; a legislação; e o financiamento do esporte. Para desenvolver a tese foram realizados os seguintes procedimentos de investigação: a) estudo sobre teorias do conhecimento e uma tomada de posição sobre o método de investigação com base na referência teórica dialética, materialista, histórica; b) análise teórica do conceito de esporte e estrutura esportiva brasileira, para identificar elementos chaves delimitados e priorizados no presente estudo como sendo, o praticante ou não do esporte, infraestrutura, legislação e, financiamento do esporte. Para cada um destes elementos chaves foram desenvolvidos os procedimentos investigativos que permitissem uma sólida coleta de dados e uma consistente interpretação; c) análise crítica dos estudos acumulados no Brasil e no exterior sobre diagnósticos esportivos; d) desenvolvimento de instrumentos de pesquisa para coleta de dados dos elementos priorizados. Os instrumentais desenvolvidos foram submetidos à validação científica e constituem o método de investigação para a realização de diagnósticos esportivos. Assim, a partir da validação das técnicas e dos instrumentos de investigação sobre os elementos, sujeito praticante ou não de esporte e da infraestrutura esportiva, com estudos piloto, considerando o método de investigação, os dados empíricos demonstraram que os instrumentos criados permitem levantar dados consistentes e, na exposição, estabelecer relações e nexos entre partes (elementos do sistema) e a totalidade (modo de produção e sistema esportivo), com indicadores de superação das contradições, possíveis de serem diagnosticados através de um sistema de avaliação permanente, mais apto para a definição de políticas públicas sujeitas a detalhamento e a transparência da luta de classes existente e do projeto histórico em disputa.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.