Diferentes Olhares Sobre os Jogos Escolares Brasileiros: Retrospectiva, Perspectiva dos Gestores, Nível Técnico e Atletas Olímpicos

Por: .

114 páginas. 2019 25/03/2019

Send to Kindle


Resumo

O objetivo geral desta tese foi identificar o papel dos Jogos Escolares Brasileiros na formação do atleta do Esporte de Rendimento. Esta pesquisa é composta por quatro estudos de caso independentes, que trazem diferentes olhares, porém orientados para o mesmo objeto: os Jogos Escolares Brasileiros. O primeiro estudo teve como objetivo investigar a história dos Jogos Escolares Brasileiros. O método usado foi a análise documental dos Boletins dos Jogos entre os anos 1969 e 2010, encontrados no Ministério do Esporte e no Comitê Olímpico Brasileiro. O segundo estudo teve como objetivo investigar a percepção de 8 gestores de esporte, sendo um ministro do Esporte, três secretários nacionais de Esporte e quatro coordenadores gerais dos Jogos Escolares Brasileiros. O método usado foi de entrevistas semiestruturadas. O terceiro estudo teve como objetivo avaliar o nível técnico dos Jogos Escolares Brasileiros ente 2005 e 2010. A amostra foi constituída pelos atletas escolares medalhistas do sexo masculino e feminino, nas modalidades natação, xadrez, tênis de mesa, basquete, handebol e judô, faixa etária de 12 a 14 anos. Foram criados critérios de seleção com base em informações disponibilizadas pelos coordenadores e técnicos de modalidades esportivas, que possibilitaram a aferição do nível técnico da amostra. O quarto estudo teve como objetivo identificar se atletas participantes dos Jogos Escolares Brasileiros entre 1969 e 2014, chegaram as Olimpíadas. O método usado foi uma pesquisa de cunho exploratório e descritivo, que envolveu levantamento documental e bibliográfico. Fizeram parte da amostra 433 homens e mulheres atletas, nas modalidades atletismo, natação, judô e ginástica rítmica, os quais participaram das Olimpíadas entre 1972 e 2016. Os resultados apontam que a história dos Jogos Escolares Brasileiros pode ser subdividida em quatro fases e é possível encontrar relação entre os acontecimentos esportivos e políticos do país. O nível técnico dos jogos escolares no período entre 2005 e 2010, foi de 46,3% e aumentou da primeira a última edição. Observou-se que as melhores atletas do sexo feminino participaram mais dos jogos escolares. Os participantes dos Jogos Escolares Brasileiros chegaram às Olimpíadas com frequência de 43,4% nas modalidades atletismo, natação, judô e ginástica ritmica. Observou-se que as atletas do sexo feminino chegaram as olimpíadas em maior percentual que os atletas do sexo masculino. Pode-se afirmar que além da intenção da descoberta de talentos esportivos manifesta nos boletins e na perspectiva dos gestores de esporte, bom nível técnico foi observado nos jogos escolares entre 2005 e 2010 além de uma quantidade importante de atletas escolares que chegaram as Olimpíadas, indicando assim, significativa contribuição dos Jogos Escolares Brasileiros para formação de atletas no país.

Endereço: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/tede/2602

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.