Diferentes Tipos de Hidratação Durante o Exercício Prolongado e Sua Influência Sobre o Sódio Plasmático

Por: , e Salvador Zamora Navaro.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.11 - n.1 - 2003

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi identificar as alterações do sódio plasmático com relação a quatro procedimentos de hidratação: água ad libitum, água programada, solução carboidratada eletrolítica tipo 1(SC-T1), solução carboidratada tipo 2 (SC-T2), por meio de uma análise intragrupo (intra-análise) e intergrupo (interanálise) sobre os procedimentos de hidratação, durante um trabalho físico com 120 minutos de duração a uma intensidade de 65% VO2max.. A amostra foi composta por 15 ciclistas com idade média de 20,8 + 2,7 anos e 65,5 + 5 ml (Kg.min)-1 VO2max. O procedimento empregado para a coleta seriada da amostra sangüínea foi de 90 – 105 ml de sangue na polpa digital em repouso e nas parciais de 60, 90 e 120 minutos, durante o exercício. O tratamento estatístico empregado foi ANOVA One Way para medidas repetidas associado ao teste de Tukey com um nível de confiança de P < 0,05. Os resultados indicaram não haver diferenças significativas entre os quatro tipos de bebidas consumidas (interanálises). Entretanto, no estudo do efeito temporal foram identificadas diferenças significativas (P < 0,05) em todos os procedimentos de hidratação nas parciais de 60 e 90 minutos. Já na parcial de 120 minutos, só foram considerados significativos, quando do consumo de SC. Conclui-se que os quatro procedimentos de hidratação adotados não alteram a resposta do sódio plasmático; um período de duas horas de exercício não altera a faixa de normalidade do sódio plasmático. PALAVRAS-CHAVE: hidratação, desidratação, sódio plasmático, bebidas carboidratadas.

Tags: Nenhuma cadastrada :(

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.