Dimensões Motivacionais de Basquetebolistas Infanto-juvenis: Um Estudo Segundo o Sexo

Por: Carlos Adelar Abaide Balbinotti, Marcos Alencar Abaíde Balbinotti e Ricardo Pedrozo Saldanha.

Motriz - v.15 - n.2 - 2009

Send to Kindle


Resumo

Esta pesquisa tem por objetivo descrever e comparar os índices médios obtidos a partir da avaliação de seis dimensões motivacionais controladas pela variável Sexo: Controle de Estresse, Saúde, Sociabilidade, Competitividade, Estética e Prazer. Para tanto, uma amostra de 441 atletas infanto-juvenis, jogadores de basquete, de ambos os sexos e com idades variando de 13 a 16 anos, respondeu o Inventário de Motivação à Prática Regular de Atividade Física e/ou Esporte (IMPRAFE-54). Constatou-se que, independente do sexo em análise, a dimensão Prazer é a dimensão que mais motiva os atletas de basquetebol infanto-juvenil. Ainda, as únicas dimensões que apresentaram diferença significativa (p < 0,05), conforme o sexo, foram a Competitividade e a Estética. Uma das principais conclusões é que os atletas infanto-juvenis mostram-se mais motivados pela competição e as atletas pelo sentimento de pertença a um grupo. Novos estudos devem aprofundar esses resultados, buscando tentar explicar uma possível influência cultural para essa diferença. Palavras-chave: Basquetebol. Atletas infanto-juvenis. Motivação. Sexo. Estudo comparativo. 

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/2513

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.