Dimensões Somáticas de Escolares Pré-púberes da Cidade de Muzambinho

Por: Antonio M. Prista, , Cinthya Walter, Elisangela Silva, Fábio Gomes, Go Tani, Raquel M. Barrocal e Wagner Freitas.

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Introdução e objetivos: O crescimento somático pode ser entendido como a
expressão visível de alterações mensuráveis no tamanho, forma, composição e
proporções do corpo. Estudos de crescimento são importantes porque além de
retratar as características somáticas da população (permitindo intervenções na saúde
pública), podem contribuir para melhor compreender a variação biológica do ser
humano, quer individual ou populacionalmente. Os objetivos desse estudo foram
caracterizar de maneira transversal o estado de crescimento somático de escolares
muzambinhenses e estabelecer comparações com crianças de outros contextos.
Método: A amostra foi constituída por 239 meninos e 226 meninas, escolares de 6
a 10 anos de idade da cidade de Muzambinho (MG, Brasil). Como indicadores
somáticos foram utilizados massa, estatura, índice de massa corporal (IMC), soma
(Σ) de 3 dobras cutâneas (tricipital, subescapular e geminal) e % de gordura. Os
dados foram organizados por idade e por gênero. Após análise descritiva exploratória,
os dados foram submetidos a comparações de médias por meio de análises de
variância.Resultados: Meninas e meninos não diferiram significativamente nas variáveis
estatura, massa e IMC, apenas na Σ de dobras e na % de gordura (com valores
maiores nas meninas, p<0,01). Considerando as diferenças no fator gênero (p<0,01):
os meninos de 7 anos são mais baixos que os de 8 (5,3cm), e estes mais baixos que
os de 9 (7cm); os meninos de 8 anos são mais pesados que os de 7 (3,7kg); as
meninas de 7 anos são mais baixas que as de 8 (5,3cm), que por sua vez, são mais
baixas que as de 9 (5,8cm), e estas mais baixas que as de 10 (4,6cm); com relação à
massa, as diferenças entre as meninas foram identificadas entre as idades não
adjacentes (entre 6 e 8 anos, de 6,5kg; entre 7 e 9 anos, de 5kg; entre 8 e 10 anos de
5kg). Conclusões: a) a adiposidade é maior nas meninas; b) nos meninos, há
incrementos significativos na estatura (7-8 e 8-9 anos) e massa (7-8 anos); c) nas
meninas, as evoluções significativas ocorreram na estatura (7-8, 8-9, e 9-10 anos) e
na massa (6-8, 7-9 e 8-10 anos); d) a comparação com crianças portuguesas de
Amarante nas variáveis estatura, massa e IMC indicou ausência de diferenças
descritivas, exceto para os meninos de 6 anos nas variáveis massa e estatura (em que
pese a amostra de Muzambinho ser menor).

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/66_Anais_p303.pdf

Tags:

O que são tags? Tags são palavras-chave (relevantes) usadas, no CEV, para classificar um determinado conteúdo.
Que tal sugerir uma?

Comentários


:-)





© 1996-2014 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.