Discriminação Simultânea Um Método Para Medida de Acuidade Visual em Crianças Não Verbais

Por: Sandra Maria Cury de Souza Leite.

83 páginas. 1978

Send to Kindle


Resumo

Este estudo teve por objetivo testar um método para medida subjetiva de acuidade visual de crianças não verbais com retardo comportamental severo. Três crianças foram treinadas através de um procedimento de discriminação simultânea, a responder diferencialmente a duas orientações do E de Snellen, colocadas lado a lado. Uma das orientações do estimulo ,foi apresentada desde p início do treinamento. A outra orientação foi introduzida através de procedimentos de modificação gradual de estímulos. Duas das três crianças atingiram os critérios propostos para término da fase de treinamento. Uma dessas crianças foi submetida a testes de acuidade visual, através da exposição a opto tipos progressivamente menores. Esses oito tipos foram apresentados segundo o método da escada, que prevê a exposição de estímulos menores apos a identificação correta de estímulos de tamanhos imediatamente. superiores e o inverso quando identificações incorretas são observadas. Suspeitou-se de que a criança apresentava uma deficiência de acuidade visual. Essa suspeita foi confirmada ,através de exame realizado por um oftalmologista, que prescreveu o uso de lentes. Posteriormente os mesmos testes foram realizados, agora com o uso das lentes prescritas, tendo sido observadas melhoras significativas de acuidade visual.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=790&listaDetalhes%5B%5D=790&processar=Processar

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.