Discurso e Prática: a Educação do Deficiente Visual em Mato Grosso do Sul

Por: Alexandra Yach Anache.

133 páginas. 1991 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

Este trabalho tem como objetivo a análise e discussão da Educação ,Especial em Mato Grosso do Sul e em particular o atendimento oferecido ao indivíduo ,portador de "deficiência" visual. Considerando que a Educação Especial está inserida no bojo da ,Educação Geral, busca-se entendê-la dentro da totalidade histórica. O primeiro capítulo apresenta um panorama da história da Educação ,Especial no Brasil, onde se constata que medidas fragmentárias fazem parte do cenário ,educacional e que as preocupações em relação à "deficiência" mudam de acordo com as ,condições sócio-econômicas e políticas do paísO segundo capítulo analisa os conceitos, bem como alguns princípios ,norteadores da Educação Especial, pois se verifica que esses são abrangentes e incoerentesconstituem-se em um dos entraves ao processo de integração do portador de "deficiência"por não expressarem mais este novo momento da história. O terceiro capítulo aborda a Educação Especial em Mato Grosso do Sul. Nessa abordagem fica patente a ausência de política e estratégia de atendimento ao ,"deficiente". O quarto capítulo ressalta o atendimento oferecido ao indivíduo ,portador de "deficiência" visual em que se discute a prática de sua integração. Procura ,mostrar que discurso e prática não se dissociam e constituem-se unidades em processo, em ,conflito. Assim, esses indivíduos vivenciam o paradoxo do binómio segregação - integração. Ao concluir, retoma suscintamente algumas questões que se colocam ,como fundamentais ao longo desse trabalho.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=520&listaDetalhes%5B%5D=520&processar=Processar

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.