Dismorfia Muscular e o Uso de Suplementos Ergogênicos em Desportistas

Por: Cristina Machado Bragança de Moraes, Litiane Dorneles de Lima e Vanessa Ramos Kirsten.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.16 - n.6 - 2010

Send to Kindle


Resumo

A dismorfia muscular (DM) é um transtorno da imagem corporal que acomete principalmente homens que, apesar da grande hipertrofia muscular, consideram-se pequenos e fracos. Tendo em vista o crescente uso de substâncias ergogênicas para o aumento de massa muscular e o elevado número de indivíduos com transtornos corporais, o objetivo deste trabalho foi avaliar a presença de DM e o uso de suplementos ergogênicos em desportistas frequentadores de academia. Foram avaliados 23 indivíduos do sexo masculino com média de idade de 24 ± 3,8 anos, praticantes de treinamento de força, com idades entre 18 e 35 anos. Para a avaliação corporal foi realizado o teste de bioimpedância, com o qual se obteve os dados de massa magra e gorda, respectivamente, de 66,5 ± 10,1kg e 10,5 ± 3,1kg. Para detectar o risco de DM, foi usada uma escala (MASS – Muscle Appearance Satisfaction Scale); se o resultado desta fosse acima de 52 pontos, estes apresentavam o risco de DM. Juntamente, foi respondido outro questionário para o conhecimento do uso de suplementos. A análise dos resultados identificou que, dos avaliados, 17,4% (n = 4) apresentaram risco positivo para o desenvolvimento deste transtorno corporal; porém, destes, apenas 25% declararam fazer uso de suplementos alimentares. Conclui-se que não houve relação entre o uso de suplementos e a presença de dismorfia muscular.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922010000600006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.