Do Centro à Periferia: Sobre a Presença da Teoria Crítica do Esporte no Brasil

Por: e Danielle Torri.

Revista Brasileira de Ciências do Esporte - v.28 - n.1 - 2006

Send to Kindle


Resumo

A Teoria Crítica do Esporte (TCE) é um movimento alimentado pela contracultura e pela Escola de Frankfurt que nasce na Europa e chega ao Brasil nos anos de1980 como aporte teórico da crítica ao esporte. Ela se desenvolve no país em dois momentos: a supracitada chegada e uma recepção crítica a partir da década seguinte. Entre eles, um esforço de apresentação em textos descritivo-analíticos. A TCE foi especialmente assimilada pela área de educação física e se popularizou em versões às vezes vulgares. A crítica a ela aponta questões importantes, sobretudo relacionadas à investigação empírica. O debate com a TCE deveria aproximá-la de sua origem teórica, aprofundando conceitos propostos pelos frankfurtianos, não como receituário, mas como convite à pesquisa e à reflexão.

Endereço: http://www.rbceonline.org.br/revista/index.php/RBCE/article/view/46

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.